quinta-feira, 25 de junho de 2009

TDAH - não, não é de comer

Gente, tudo começou quando... quando mesmo? aff, já esqueci.
Isso é NORMAL. Quem sofre de transtorno de déficit de atenção com hiperatividade, sabe beeeeeeeeemmm o que é começar um assunto, migrar pra outro e não saber por quê foi parar ali, além de não lembrar o propósito do assunto.
A vida de hoje é estressante, o trânsito é caótico, o mundo corporativo cada vez mais exigente e até desumano, a Revista Você S.A. querendo te foder com aquele papo sou-um-executivo-perfeito-alcancei-meu-primeiro-milhão-com-21anos APA (apaputaquepariuuuu)
Aí você abre seu holerith e chora, e se lembra que não estava descascando cebola, mas sim olhando o miserê que vai entrar na conta bancária no dia do PEI DEI (adoroooooo esse termo em inglês!!! kikiki) Culpa de quem?? Do TDAH, claro.
Porque pense, se você não tivesse o déficit de atenção, você nem abriria o holerith de novo!!!! Pra que abrir isso todo mês?? Mas não, você o abre porque já se esqueceu de quanto ganha (ou tinha esperanças de ganhar aumento surpresa?? aff se liga, owww baralho, viu)
Daí, me lembrei de quando era pequena (o tdah afeta somente a memória recente, gente. Se vc está lendo isso aqui e confirma que é igual, mas não tem nenhuma memória, então vc tem Alzheimer, ou caiu, bateu a cabeça e se esqueceu de tudo. Isso NÃO é TDAH)lembrei que Papiss tinha TDAH.
Vivia sacodindo os pés (igual qui euuu) e esquecia dos assuntos que iniciava. TDAH é hereditário, gentess.
Ele era ótimo contador de piadas... Começava no jantar a contá-las... de repente ele parava tudo e dizia: ESCUTAAA xiuuuuuuu ESCUTA!!
Todos paravam para escutar... e não ouviam nada. Na verdade, o peido do mosquito que sobrevoava o bloco B do prédio já era suficiente para escangalhar com a concentração dele... e ele se esquecia da piada.
Hoje em dia eu conto piada a rodo, mas só no carreirão!
Rapidim que é pra não esquecer...

9 comentários:

Isadhora disse...

Tô mimi... mimijando de rir!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

o peido do mosquito foi otimo!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

isso é hereditario entao... pq minha mae é assim a dácumpau!

kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Nádia Mara disse...

Vixi Maria!
Que sorte eu tenho então!!
O problema genético da minha família é o mesmo de Beethoven.

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Tiago disse...

Ih, a vida é tão estressante que estava pensando que vc ia escrever alguma coisa sobre Títulos da Dívida Agrária, escriturais, com lançamento retroativo (TDAH)...rsrs

Paranóia do trabalho: mode on!!

Bom final de semana!!

Ana disse...

Caraca, adorei seu texto. A melhor parte para mim foi a crítica da Você S/A. Achei que só eu ficava irritada com aquilo, rsrsrs
Vc é muito boa!
Já te adicionei à minha lista!
beijos,

Desabafando disse...

oi...gostei daqui...vou te seguir...
se puder, passa pra conhecer meu blog?
desabafandoesonhando.blogspot.com

Questão Fundamental disse...

O que fode é a difusão generalizada de que se só é feliz de faturar muito! Precisa não...

bjo

Alexsandra Moreira disse...

Menina, eu acho que sofro um pouco desse tal deficit tb... todo mês olho o contra-choque.rsrsrsr

O mosquito foi sureal...

E a revista deve ser meio que piada né? Fala sério!

bj

Gabitus disse...

ahhhhhhhh, então é isso que eu tenho???

...

do que eu tava falando mesmo???

beijoS!!!

Patricia Mascarenhas disse...

Muito legal o seu texto, achei muito engracado e ver voce achar graca de ter TDAH foi melhor ainda, ja que tenho um filho com o mesmo e espero que no futuro ele faca muitas piadas das centenas de garrafas de agua que compro pra ele levar pra escola e nao voltam nunca...